26 de fevereiro de 2009

Desencontros...



Longe..


Não te encontro..


Perdido..


..cada vez mais..




Arrasto para algo..


Não o quero..


Mas nao consigo..




Liberdade..


Tenho..


Mas perco-me..


Prendo-me a mim próprio..


Não gosto..


Nao quero..




Sufoco a cada instante..


Preciso de ar..


Preciso de respirar..


Preciso de sair..

TV4semanas....


Boas...


Pois é...cá estou eu...agora a falar um bocadinho sobre aquilo que ando a fazer...


Bem como todos sabem..agora ECM pode dizer que trabalhar a serio...


2º semestre ai...tempo de estágios..tempo de por maos a obra..


E eu no meu local de estágio TV4...ediçao, conversao, arquivo, entrevistas, gravaçoes...etc...tudo um pouco..


Ambiente espetacular, nao se podia pedir mais do que isto..equipa de trabalho..pah sem palavras..


Temos momentos para tudo...desde trabalho mesmo...tipo quarta feira ( 18fevereiro) a momentos de brincadeira e boa disposiçao.


Que se pode pedir mais num local de estagio onde podemos estar a vontade mesmo a trabalhar.. onde nos sentimos bem a fazer o que estamos a fazer.


Dizem que os estagiarios sofrem...é verdade alguns deles...mas até hoje eu nao me queixo nada...nada mesmo :)


Bom resto de dia...


16 de fevereiro de 2009

Os mais loucos casos levados a tribunal...

Uma zanga entre namorados terminou com ela a atirar com uma bebida à cara dele. A jovem escorregou no líquido que havia derramado, caiu, partiu a bacia e processou o restaurante. Recebeu cerca de 100 mil euros. É um dos casos mais estranhos levados à barra do tribunal, nos EUA, nomeados nos “Stella Awards” de 2009.

Em destaque, na edição 2009 dos Stella Awards, está o caso da senhora Grazinski, que processou a empresa "Winnebago" em 1,5 milhões de euros, depois de se ter despistado com a autocaravana, a ceca de 100 quilómetros hora, quando decidiu ir fazer uma tosta mista em andamento. A senhora alega que não foi informada de que não poderia deixar o volante quando ligasse o “cruise control”.

O caso mais vistoso dos Stella Award vai para um... advogado, que processou uma lavandaria que lhe perdeu as calças em 55 milhões de euros. O causídico alegou “danos pscicológicos, inconveniência e desconforto”.

Os Stella Awards, que há sete anos são elaborados pelo colunista californiano Randy Cassingham, bebem o nome do caso de Stella Liebeck, que em 1992 processou o McDonald's em 2,3 milhões de euros, depois de se ter queimado ao beber um café que estaria “demasiado quente”.

Kara Walton está também em destaque na edição deste ano, ao receber 10 mil euros de uma discoteca. A jovem partiu dois dentes da frente quando tentava fugir pela janela da casa de banho da... discoteca que processou.

Kathleen Robertson, do Texas, arrecadou cerca de 65 mil euros, mais despesas médicas, ao processar os donos de uma loja por ter partido o tornozelo quando tropeçou numa criança que andava a correr na loja. A criança era o filho da senhora Robertson.

Os prémios deste ano mostram que 2008 foi um bom ano para os criminosos: Terrence Dikcson, Pennsylvania, recebeu perto de 400 mil euros da companhia de seguros de uma família que assaltou, tendo ficado oito dias preso na garagem das vítimas; Carl Trumam, de Los Angeles, Califórnia, foi buscar 60 mil euros, mais despesas médicas, quando tentava furtar as jantes do carro do vizinho e este lhe passou por cima de uma mão.

“Quando as pessoas estão sem dinheiro ficam desesperadas, por isso não tenho dúvidas de que vai aumentar o número de esquemas, consequência da crise”, considera o advogado californiano especializado em questões de família Jim Fedalen.

“Ficariam espantados por saber quanto as empresas estão dispostas a largar, mesmo suspeitando que estão a ser enganadas, só para evitar publicidade negativas”, acrescentou, em declarações ao “The Daily Telegraph”.

By: Jornal de Notícias

1 de fevereiro de 2009

Complicado...

Quando se tem é porque se tem...!
Quando nao se tem faz-se para se ter...!
Complicada a vida....!